segunda-feira, 21 de março de 2011

Ao mesmo tempo

Tudo acontece ao mesmo tempo...
Enquanto alguns recebem propostas de casamento na sacada de um hotel 5 estrelas em Paris, outros recebem esmolas em alguma viela urbana da periferia latino americana. Enquanto alguns começam uma semana de férias no Hawai outros iniciam mais uma semana monótona em algum escritório perdido entre prédios de um cinza fosco. E por aí vai...

As vezes, quando estamos cegos em nosso mundo particular, bebendo cada gota do egoísmo que nos saceia, não conseguimos imaginar as coisas um pouco além do que são, além daquela zona de conforto que nos permeia. Esses dias parei pra analisar ( não com a cabeça mas sim com o coração ) uma cena muito interessante: uma mãe, de seus aproximados 35 anos, que mais pareciam 50 devido a severidade da vida, buscanndo seu filho no projeto o qual eu trabalho semanalmente, o menino com um desenho nas mãos , feito a tinta-óleo na oficina de pintura daquele dia, sua mãe, a senhora um pouco relaxada e sem nenhum vestígio de vaidade, pega o desenho nas mãos e pergunta " você quem fez ?", a criança, com aproximadamente 7 anos, não ouve, já que estava com fones de ouvido,distraida , curtindo a música ( provavelmente alguma bem popular e clichê ). A mãe tenta mais uma vez  e nessa tira os fones do pequeno menino distraído. " você quem fez ?", a criança acena com a cabeça que "sim". A mãe então coloca o fone nos ouvidos de seu filho novamente e fala ( como se para si mesma ) " Que lindo, muito lindo".
E são momentos como esses que afetam meu coração, lá no fundo, percorrendo cada centimetro de minha alma....porque são simples, são mágicos, são mais complexos do que as complexidades que queremos criar frajutamete dia a dia. E  o mais complexo é que ao mesmo tempo que essa imagem acontecia frente aos meus olhos, diversas outras trasnbordavam por todo o mundo... e quem sabe, por todo o universo.

3 comentários:

Patricia Souza disse...

diversas outras transbordavam por todo o mundo...
sentir isso dá uma sensação de grandeza absurda!! tão lindo não??

Eu soube dessa história antes de todos! Filosofando na balada, vai pensando hahaha

bjos

Marcelo disse...

Fatalmente ou não, a vida é feita de escolhas, podemos escolher ficar numa pior ou ir em busca daquilo acreditamos. De nada adianta cairmos num simples marasmo, acreditando que nada na vida pode mudar, e essa não muda mesmo se de fato não tomarmos o fardo pelos braços e lutar para mudar. Cenas como essas e muitas outras nos deparamos diariamente, cenas de desfavoráveis que se intregam em meio a mutidão pedindo um trocadilho e outro para conseguir asssim de alguma forma sobreviver.
Já me questionei por diverssas vezes chegando a uma conclusão que a vida é feita de escolhas e que por mais dificil que esteja não devemos desistir mas sim enfrentar e acreditar que tudo irá se resolver, a educação é parte fundamental para um futuro promissor e mesmo não tendo exemplos ainda assim podemos trilhar o caminho que queremos seguir e ir embusca sempre da nossa felicidade.....


Marcelo Viola

disse...

É, você retratou bem na cena que viveu uma coisa que como você disse, pode estar acontecendo em diversos cantos ao mesmo tempo, antes e após. Meio complicado tudo isso, porque é um mundo de grandes contrastes, mas parece que vejo cada singela parte que eu tentei demonstrar amor pelo meu pai e ele por mim e por diversas vezes, ambos colocamos os fones de ouvido. Por burrice dos dois ou até mesmo pra que tivesse que ser assim. =/

Pra constar, eu visito sim. Só esqueço de comentar!